Advogado diz que Pamella pode responder na Justiça, mas alerta que DJ Ivis deveria ter saído de casa e protegido filha

Por Redação Por Redação - 23/07/2021 14:28
Alberto Laurindo ainda justifica que a orientação é sempre, em qualquer caso como esse, que a pessoa saia de casa, busque as autoridades, peça o afastamento e a guarda do filho. (Foto: reprodução)
Alberto Laurindo ainda justifica que a orientação é sempre, em qualquer caso como esse, que a pessoa saia de casa, busque as autoridades, peça o afastamento e a guarda do filho. (Foto: reprodução)

 O advogado Alberto Laurindo comentou sobre que os novos aúdios divulgados na manhã de hoje (23), do caso envolvendo o DJ Ivis e a digital influencer Pamella Holanda. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, o jurista disse que esse novo material que circula na internet é prova gravíssima e que pode culminar até na perda da guarda da filha.

"É caso notório, de um crime bárbaro em que se buscam justificativas. Depois do crime cometido pela Pamella era pra ele ter buscado as autoridades, guaritar a segurança dele e da filha. O que não pode é que isso seja a justificativa do crime que ele cometeu", destacou o advogado.

O advogado destaca ainda que o procedimento de prisão de DJ Ivis foi correto em partes, porque demorou. "O clamor da sociedade é que fez que ele fosse preso."

Alberto Laurindo ainda justifica que a orientação é sempre, em qualquer caso como esse, que a pessoa saia de casa, busque as autoridades, peça o afastamento e a guarda do filho.

"Em casos como estes, antigamente, tinha o abandono do lar e hoje não tem mais. Ele poderia ter saído e buscado as autoridades. O que ele não poderia era cometer o crime porque estava sofrendo o outro", concluiu o jurista.



Compartilhe:


Outras Notícias


  • Sindicato nega registro profissional de atriz para Juliette

  • Atacante Hulk doará 10 toneladas de alimentos a instituições em Campina Grande

  • José de Abreu, 75, ganhou uma homenagem no corpo da namorada Carolynne Junger

avançar voltar