Deputada é ameaçada de cassação após ler poema “Sou puta, sou mulher” na tribuna

04/10/2019
A deputada estadual, Isa Penna (PsoL-SP), provocou violenta reação da extrema-direita após ler o poema “Sou puta, sou mulher”, da poeta Helena Ferreira
A deputada estadual, Isa Penna (PsoL-SP), provocou violenta reação da extrema-direita após ler o poema “Sou puta, sou mulher”, da poeta Helena Ferreira

 A deputada estadual, Isa Penna (PsoL-SP), provocou violenta reação da extrema-direita após ler o poema “Sou puta, sou mulher”, da poeta Helena Ferreira, no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), na última quarta-feira (2).

 

A internet, no entanto, reagiu em defesa da deputada. Postagem feita nesta quinta, onde Isa mostra de maneira detalhada tanto a sua intervenção quanto as reações dos deputados, foi curtida e compartilhada por milhares de internautas. Veja abaixo:

Isa Penna foi interrompida por Valéria Bolsonaro (PSL), repreendida pelo presidente da Casa, Cauê Macris (PSDB), e ouviu, de quebra, Douglas Garcia (PSL) prometer pedir a cassação do seu mandato.

_

Brasil 247

 

 
 



Outras Notícias