Cruzeiro vai vencendo o Flamengo por 1 a 0 pela Libertadores com transmissão da 1001 Notícia FM/CBN

08/08/2018

Cruzeiro vai vencendo o Flamengo por 1 a 0 pela Libertadores com transmissão da 1001 Notícia FM/CBN

 

Depois da derrota por 2 a 0 para o Grêmio pelo Brasileirão no sábado, o Flamengo não tinha tempo para ficar amargurando o resultado. Com o jogo de ida das oitavas da Libertadores perto (o Rubro-Negro encara o Cruzeiro nesta quarta, 21h45), Maurício Barbieri garantiu que o que passou, passou, e seus comandados só pensam na partida pelo torneio continental.

- Em relação ao último jogo, estamos totalmente recuperados. Sabemos que não fizemos um jogo à altura do que poderíamos e esperávamos. O adversário foi feliz em sua estratégia. Estamos focados no Cruzeiro, que é um desafio muito grande, atual campeão da Copa do Brasil. Vamos encontrar dificuldades, uma grande equipe, o treinador mais longevo da Série A, com uma forma definida de jogar. Vai ser um grande desafio.

 
Barbieri espera poder contar com Guerrero, mas ainda não tem certeza sobre condição do jogador (Foto: Cahê Mota/GloboEsporte.com) Barbieri espera poder contar com Guerrero, mas ainda não tem certeza sobre condição do jogador (Foto: Cahê Mota/GloboEsporte.com)

Barbieri espera poder contar com Guerrero, mas ainda não tem certeza sobre condição do jogador (Foto: Cahê Mota/GloboEsporte.com)

Na espera sobre a definição do contrato de Guerrero e também se ele estará recuperado da lesão na coxa, Barbieri mostrou que ainda aguarda que o peruano tenha condições de jogo. Mas como diz ainda não saber qual a situação clínica do jogador, reconhece que se ele não treinar nesta terça, é pouco provável que atue contra o Cruzeiro.

- O Guerrero está em fase final de recuperação do edema na coxa. Ainda não sabemos se vai a campo hoje, se não for será difícil a participação, mas vamos esperar. (...) O Guerrero está sendo reavaliado e isso o coloca numa condição difícil de ir para o jogo. Não estou descartando, mas é difícil. Sobre a renovação, já manifestei o desejo de que ele permaneça, conversei com ele, a direção, mas é algo que foge da minha alçada. Sobre o Guerrero, posso responder enquanto ele estiver aqui. Enquanto isso, contamos com ele, que é um grande jogador.

 

 

Outros tópicos da coletiva de Barbieri

 

Piris

Senti o Piris feliz, motivado. Foi muito bem recebido por todos. Inclusive, os jogadores que têm facilidade de falar espanhol têm comentado neste idioma em campo para facilitar a adaptação.

Gol fora de casa na Libertadores

A questão do gol qualificado muda um pouquinho o cenário. Temos que ter um cuidado, sem dúvida. O mais importante é o trabalho de estudar, analisar o adversário, onde podem ser vulneráveis. A última Copa do Brasil mostra o equilíbrio entre as equipes.

Liderança do Brasileirão

O grupo é muito maduro e experiente e conversávamos sempre que a liderança é uma questão momentânea e não definitiva. Sabemos que as oscilações acontecem e estamos preparados. Agora, estamos focados em nosso desafio mais importante, que é o Cruzeiro.

Poupar ou não?

Abrir mão de qualquer uma das competições é muito ruim. Nosso trabalho é diário e nosso desejo é encarar o próximo jogo sempre como o mais importante. (...) Temos um grupo muito maduro e acostumado a grandes decisões. Encaramos como mais uma grande decisão, assim como a que enfrentamos na Copa do Brasil, no Brasileiro. Não estamos hierarquizando os jogos. Estamos muito motivados. É uma decisão de 180 minutos.

Existem alguns critérios (para poupar), em especial a parte física. Fazemos algumas avaliações, risco de lesão, e há estudos sobre isso. Temos tido esse cuidado exatamente para fazer frente em todas as competições. Levamos em conta também o adversário, o tempo de recuperação... Sempre pensando em manter a competitividade.

E no lugar do Paquetá?

Paquetá tem características únicas, que são dele, e nosso papel é encontrar alguém que possa cumprir a função e agregar outras coisas. O Paquetá tem muitas qualidades individuais e quem entrar terá outras que devemos explorar. Nosso papel é identificar isso. (...) O Jean é uma possibilidade, assim como o Piris. Não vamos entrar pensando em 0 x 0. Vamos buscar a vitória para impor o mando de campo, que o apoio da torcida prevaleça e possamos adquirir um vantagem importante para o jogo da volta.

 

Revanche da final

Não existe clima de revanche contra o Cruzeiro, mas é um clássico do futebol brasileiro. Um adversário muito forte e qualificado.

Mano do lado de lá

Talvez pelo tempo de trabalho, Mano seja o treinador mais consolidado. Nossa equipe é diferente, vem de um outro momento, em uma crescente boa e isso faz com que seja uma outra disputa. É um outro campeonato e não vejo um favorito. Os detalhes farão a diferença.

Henrique Dourado

Em relação ao Henrique Dourado, é um jogador que nos ajuda bastante e contamos com ele. Já conversei com ele sobre isso. Há uma disputa. Não o utilizamos nos últimos jogos, mas é um jogador que tem nos ajudado e vai nos ajudar ainda mais.

Lincoln e Uribe

Lincoln tem evoluído muito, inclusive foi bem no último jogo. Já o Uribe, tem nos ajudado muito, tem excelentes números e ainda está se adaptando ao nosso futebol. São opções que temos.

Como vem o Cruzeiro?

Acho que seria um erro muito grande falar como o Cruzeiro vai jogar. Eles têm um treinador qualificado e experiente, e temos que estar preparados para surpresas. Em alguns momentos, a postura foi mais defensiva e outros adiantaram a marcação. Estamos preparados.

Volta de Guerrero

Guerrero realmente teve um edema. Não sou a pessoa indicada para falar sobre a volta a campo ou não. Há a questão da dor, todo um protocolo que é seguido para que ele volte a trabalhar no campo.

Marlos ou Vitinho

O Marlos tem atuado bem, o Vitinho está se readaptando ao futebol brasileiro. São duas opções que temos e vamos avaliá-los no treino de hoje. São jogadores que tem o lance individual. Temos que lembrar que começamos com 11 e podemos usar 14.

 



Outras Notícias