Maxi López marca, Vasco busca empate com Botafogo e fica fora da zona de rebaixamento

10/10/2018

 Em um clássico de primeiro tempo agitado e segundo tempo morno, Botafogoe Vasco empataram por 1 a 1 no Estádio Nilton Santos, nesta terça-feira, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Luiz Fernando abriu o placar para os mandantes, enquanto que Maxi López deixou tudo igual.

 

Com o resultado, o Botafogo, que vinha de eliminação na Sul-Americana para o Bahia, vai a 34 pontos e fica na 12ª colocação da Série A. Já o Vasco, que chega ao terceiro empate seguido e ao quinto jogo sem perder (uma vitória e quatro igualdades), vai a 31 pontos e sobe para o 15º lugar. O Ceará, que abre a zona de rebaixamento, tem 30 unidades.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo visitará o Ceará no Castelão, na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília). Um dia antes, o Vasco receberá o Cruzeiro em São Januário, às 16h.

 

 

O jogo - Em um primeiro tempo agitado, os mandantes abriram o placar aos 16min. Rodrigo Lindoso levantou para a meia-lua, Kieza ajeitou e Luiz Fernando concluiu de primeira para fazer um belo gol.

 

 

A resposta veio três minutos depois, quando Saulo defendeu após cabeceio de Henrique em cruzamento de Fabrício. Aos 29min, Matheus Fernandes quase ampliou com um chute à direita do alvo.

Os donos da casa até finalizaram com maior frequência que o rival (7 x 4), mas os cruz-maltinos também assustavam. Aos 34min, Saulo teve de intervir após bomba de Andrey. No minuto seguinte, veio o empate. Willian Maranhão mandou para a área, Maxi López dominou e estufou a rede. Aos 38min, Fernando Miguel foi bem em cabeceio de Iago Rabello.

 

 

Na volta do intervalo, os donos da casa foram para cima. Aos 7min, Kieza pediu o pênalti após ir ao chão em jogada com Ramon, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Apesar do domínio territorial, o Botafogo não conseguia criar ocasiões claras de gol. Aos 22min, foi o Vasco que assustou com uma finalização de fora da área de Andrey. Saulo espalmou para escanteio.

De resto, - a não ser por uma defesa de Fernando Miguel em chute de Marcinho aos 39min - não houve emoção. Assim, o clássico acabou empatado.




Outras Notícias