Palmeiras passa fácil pelo Alianza, vence 2ª na Libertadores e ganha moral para final com o Corinthians

03/04/2018

 O Palmeiras não precisou sequer de todos seus titulares para vencer a segunda na Copa Libertadores. Nesta terça-feira, no Allianz Parque, o time alviverde preservou alguns jogadores de olho na final do Campeonato Paulista, mas ainda assim bateu o Allianza Lima-PER, por 2 a 0.

Thiago Martins, logo no início da partida, e Borja, também no começo, mas do segundo tempo, garantiram o triunfo, que poderia ainda ter sido mais tranquilo. O Palmeiras criou inúmeras oportunidades durante os 90 minutos e, do outro lado, foi pouco ameaçado pelos visitantes.

Em campo, o Palmeiras contou com as novidades de Mayke e Diogo Barbosa nas laterais; Moisés e Lucas Lima atuando juntos no meio; e Keno ganhando chance na frente. Marcos Rocha, Victor Luís e Bruno Henrique não foram nem relacionados, e Willian ficou no banco.

O resultado manteve a equipe de Roger como líder isolada do grupo 8, com seis pontos, enquanto o Alianza Lima fica com um, assim como o Boca Juniors, que joga nesta quarta com o Junior Barranquila-COL, ainda zerado – os argentinos são os próximos rivais alviverdes.

Página especial do Palmeiras
Vídeos, notícias, gols, estatísticas, jogos, análises e opinião ESPN: tudo para o fã do esporte na página do Palmeiras.

Agora, todas as atenções retornam para o dérbi contra o Corinthians, no próximo domingo, às 16h. O Palmeiras joga, novamente no Allianz Parque, apenas por um empate para ser campeão estadual. O rival precisa vencer por dois gols ou ao menos por um para forçar os pênaltis.

PASSEIO ALVIVERDE

Apesar de ter entrado em campo com uma formação inédita, o Palmeiras passeou contra o Alianza Lima no primeiro tempo. Foram precisos apenas dez minutos para que o placar fosse aberto e não seria exagero se os anfitriões já estivessem goleando após meia hora de duelo.

O gol saiu, assim como no último sábado contra o Corinthians, a partir de um cruzamento de Dudu e uma ajuda da trave. Após cruzamento da esquerda, Antônio Carlos cabeceou e acertou o poste. A bola sobrou limpa para Thiago Martins, sozinho, só empurrar para as redes.

O segundo poderia ter saído já cinco minutos depois, em boa tabela de Borja com Dudu, que, porém, para do na hora do chute. Já aos 18, foi o colombiano que perdeu chance incrível, em cruzamento rasteiro que passou pelo goleiro Prieto, mas a finalização de carrinho foi para fora.

Logo em seguida, de novo Borja ficou perto do gol, desta vez driblando o arqueiro do time peruano, mas na hora de bater, pegou mal, e a zaga acabou tendo tempo de se recuperar. Dudu e Keno também tiveram suas chances, só que nada de o Palmeiras ampliar o placar.

A ESPN em qualquer lugar
Vídeos dos principais eventos esportivos, o melhor da nossa programação, resultados em tempo real e notícias exclusivas na palma da mão no ESPN App


O primeiro chute do Alianza Lima saiu apenas aos 22 minutos, com Cruzado, mas a bola foi muito longe da meta de Jaílson. O goleiro, inclusive, só trabalhou aos 34, em um chute cruzado de Velarde. A jogada, porém, já estava paralisada por impedimento do jogador adversário.

SEGUE O BAILE

Pelo domínio na etapa inicial, o Palmeiras nem precisava, mas o goleiro Prieto resolveu ajudar logo no primeiro minuto do segundo tempo. Ele soltou bola já defendida na pequena área, e Borja agradeceu: mandou para as redes no que foi seu nono gol no ano – em 2017, foram dez.

O colombiano – que também já havia marcado na estreia na Libertadores e fez gols contra todos os rivais paulistas nesta temporada – ainda perdeu ótima oportunidade de igualar a marca conseguida durante todo o último ano logo depois, errando cabeceio sozinho na área.

Com o placar confortável e a partida controlada, Roger ainda tirou outros dois de seus considerados titulares, Borja e Lucas Lima, para as entradas de Deyverson e Guerra. Sentindo dores, Diogo Barbosa ainda deu lugar a Tchê Tche. Nada, contudo, que alterasse o placar..




Outras Notícias