Cida Ramos comprou quase R$ 6 milhões em filtros de barro em “lojinha” no centro de Santa Rita

05/11/2019
Cida Ramos (PSB), adquiriu 42.704 unidades de filtros de barro da Marca São João, ao valor de R$ 5,76 milhões, supostamente distribuídos às famílias carentes paraibanas
Cida Ramos (PSB), adquiriu 42.704 unidades de filtros de barro da Marca São João, ao valor de R$ 5,76 milhões, supostamente distribuídos às famílias carentes paraibanas

 Curiosidade – Entre os anos de 2015 e 2017, enquanto esteve à frente da Secretaria de Desenvolvimento Humano, a então secretária, atualmente deputada estadual Cida Ramos (PSB), adquiriu 42.704 unidades de filtros de barro da Marca São João, ao valor de R$ 5,76 milhões, supostamente distribuídos às famílias carentes paraibanas, dentro do Plano Emergencial de Enfrentamento à Estiagem, do Governo do Estado da Paraíba, na gestão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

A compra milionária, em caráter emergencial, teve como fornecedora a recém criada empresa Nataly Decor Comércio de Móveis e Decoração EIRELLI – EPP – CNPJ 22.525.528/0001-17, uma pequena loja que funciona sob o nome fantasia “Mobilhe”, sediada na Praça Monsenhor Rafael de Barros, número 36, Centro do município de Santa Rita, aberta em 26/05/2015.

Os contratos assinados foram respectivamente:

– Contrato 167/2015 – 13 de agosto de 2015

(Veja o documento)

– Contrato 1164/2016 – 09 de dezembro de 2016

(Veja o documento)

– Contrato 101/2017 – 29 de maio de 2017

(Veja o documento)

– Contrato 1285/2017 – 22 de setembro de 2017

(Veja o documento)

Dentre os contratos assinados, chama atenção o contrato 1285/2017. O ano em questão (2017), foi o único ano da gestão em que dois contratos foram firmados entre a Secretaria de Desenvolvimento Humano e a empresa Nataly Decor Comércio de Móveis e Decoração EIRELLI – EPP. Além disso, o contrato também foi o único que teve o prazo de vigência prorrogado por três meses, através de termo aditivo número 001/2017 (confira o documento), entrando o ano eleitoral de 2018, mais precisamente até o dia 31 de março.

Curiosidade II: Qual a razão dos filtros terem sido adquiridos em uma pequena loja com apenas 3 três meses de aberta, ao invés de serem comprados diretamente na olaria fabricante do filtro, visando a economia de recursos dos cofres públicos?

Recentemente, o RádioBlog foi “in-loco” na loja “Mobilhe” conferir os filtros de barro comprados pelo Governo do Estado.

 

Confira o vídeo: 

 




Outras Notícias