ISSO PODE ARNALDO? - Quem foi “rei” nunca perde a majestade

16/07/2019
Com a palavra a Secretaria de Estado da Comunicação Institucional – Secom-PB  e o secretário Luís Tôrres.   Ao contrário, Quem foi “rei” nunca perde a majestade. Isso Pode Arnaldo?
Com a palavra a Secretaria de Estado da Comunicação Institucional – Secom-PB e o secretário Luís Tôrres. Ao contrário, Quem foi “rei” nunca perde a majestade. Isso Pode Arnaldo?

Quem foi rei” nunca perde a majestade.  A frase acima foi dita por uma pessoa especial, é uma frase pra lá de batida claro, mas hoje parei pra entender seu significado e refleti: Quem dera todo rei pudesse sim perder a majestade, porque perdas são apenas reviravoltas do jogo da vida, logo depois de uma perda pode estar um ganho, a vida é assim, altos e baixos sempre...

O ex-governador Ricardo Coutinho não perde mesmo a majestade. Fui surpreendido no dia de ontem, 13 de julho, quando o site PBAGORA publicou em uma de suas páginas a notícia sobre o famoso “Caso Empreender” que tanto repercutiu na imprensa paraibana trazendo a “versão” ou seja  a palavra oficial do ex-governador sobre o assunto.

Até aí tudo bem, o mais grave é que na notícia veiculada pelo site está assinada como matéria distribuída pela  Secretaria de Estado da Comunicação Institucional – Secom-PB.  Pasmem. Há mais de 6 meses que Ricardo Vieira Coutinho deixou o cargo de Governador da Paraíba e a Secom-PM continua a serviço do ex-governador?

Não entendo por que esse privilégio? A final de contas, a Secom-PB é uma instituição para servir como instrumento de divulgação das ações do Governo da Paraíba, ou seja, mostrar as ações do atual governador João Azevedo.

Parece-me que esse governo é de continuidade mesmo, como bem diz o “slogan” da atual administração “Segue o trabalho”.

Perguntar não ofende! Finalmente, Por que a Secom-PM continua a serviço do ex-governador Ricardo Coutinho?

Os servidores da Secom-PM pagos com o dinheiro dos impostos dos paraibanos têm que continuar a serviço do ex-governador. Isso é correto?

O secretário Luís Tôrres da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional – Secom-PB  continua a serviço do ex-governador Ricardo Coutinho?

Os paraibanos no mínimo necessitam de uma resposta convincente para estas indagações?  Atirar com a pólvora alheia é muito bom, lealdade também, mas com recursos do contribuinte, deve se imoral ou ilegal.

Ou o site PBAGORA, na ancia de “agradar” o ex-governador  Ricardo Coutinho está usando a Secom-PB como instrumento de divulgação ou assessoria do mesmo?

Com o hábito da prática do bom jornalismo, que aprendi, procurei ouvir o outro lado, por que a moeda não cai em pé, E o bom jornalismo diz que notícia sem escutar a outra versão é planfletagem, Liguei por várias vezes para a Secom, na sexta-feira, dia 13 de julho e não obtive resposta da Secom-PB e muito menos do secretário Luís Tôrres.

Com a palavra a Secretaria de Estado da Comunicação Institucional – Secom-PB  e o secretário Luís Tôrres.  

Ao contrário, Quem foi rei” nunca perde a majestade. Isso Pode Arnaldo?

 Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br 

http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11.                           

Instagram - https://www.instagram.com/portal1001noticias/

Roberto Notícia

 

Jornalista

 

 




Outras Notícias