Deputados da Paraíba gastam mais de R$ 2 milhões da cota parlamentar no primeiro semestre de 2017

17/07/2017

Levantamento realizado junto ao Portal da Transparência da Câmara dos Deputados mostra que os parlamentares paraibanos não pouparam despesas para cumprir as metas do mandato no primeiro semestre de 2017. Ao todo, os doze deputados gastaram R$ 2.266.544,48 da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) de janeiro a junho.  A verba mensal é destinada a custear os gastos dos deputados vinculados ao exercício da atividade do mandato.

Entre as despesas que podem ser indenizadas com a Ceap estão passagens aéreas, telefonia, despesas com locomoção (locação ou fretamento de aeronaves, veículos automotores e embarcações), contratação de consultorias e trabalhos técnicos e divulgação do exercício parlamentar. Na liderança dos gastos aparece Rômulo Gouveia (PSD) com uma despesa de R$ 262.327,33, seguido por Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) com R$ 242.089,38 e Wellington Roberto (PR) com R$ 210.446,73 (confira lista completa no final da matéria). Os valores referem-se às despesas em “divulgação da atividade parlamentar”, “bilhete aéreo” e “consultorias e pesquisas”, mas ainda podem ser parciais uma vez que os parlamentares têm até três meses para apresentar as notas fiscais após os gastos.

A cota parlamentar varia de acordo com cada estado. Para a Paraíba, os deputados podem gastar até R$ 42.032,56 mensais o que corresponde a um valor anual de R$ 504.390,72. Somando os 12 parlamentares da bancada federal paraibana, o limite de gastos anual da cota parlamentar é de R$ 6.052.688,64. Em dezembro do ano passado, um levantamento similar mostrou que os parlamentares haviam gasto mais de R$ 4 milhões da Cota durante o exercício de 2016.

Dos deputados federais da Paraíba, quem mais gastou com a divulgação da atividade parlamentar (responsável por uma despesa de R$ 980.133,65 no total de gastos) foi Wellington Roberto, com uma despesa de R$ R$ 147.000,00; seguido por Hugo Motta (PMDB) com R$ 113.600,00; e por Veneziano Vital com R$ 104.350,00. Já o que menos se preocupou em divulgar o mandato pelos dados disponíveis no Portal da Transparência foi Luiz Couto (PT), que apresentou uma despesa de R$ 13.500,00. Em compensação o petista foi o que mais utilizou os bilhetes aéreos (R$ 64.848,21), seguido por Damião Feliciano (PDT) com R$ 48.273,32 e novamente Veneziano Vital (R$ 45.242,63). Nesse ponto, os parlamentares gastaram juntos R$ 432.249,01.

A parte de consultoria, pesquisas e trabalhos técnicos para o mandato também foi uma preocupação dos deputados, representando uma despesa total de R$ 142.305,00 nestes seis primeiros meses de 2017. Destaque para Wilson Filho (PDT) com uma soma de R$ 38.305,00 voltada para este item.

GASTO TOTAL DA COTA PARLAMENTAR POR ORDEM:

RÔMULO GOUVEIA (PSD) – R$ 262.327,33
VENEZIANO VITAL DO RÊGO (PMDB) – R$ 242.089,38
WELLINGTON ROBERTO (PR) – R$ 210.446,73
ANDRÉ AMARAL (PMDB) – R$ 201.444,11
LUIZ COUTO (PT) – R$ 195.832,78
WILSON FILHO (PTB) – R$ 190.971,74
HUGO MOTTA (PMDB) – R$ 186.663,66
AGUINALDO RIBEIRO (PP) – R$ 181.414,91
DAMIÃO FELICIANO (PDT) -R$ 176.130,23
BENJAMIN MARANHÃO (SD) -R$ 157.445,23
EFRAIM FILHO (DEM) – R$ 135.275,47
PEDRO CUNHA LIMA (PSDB) – R$ 126.502,91

TOTAL – R$ 2.266.544,48

Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br -http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

 http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11. 

Da Redação com Roberto Noticia




Outras Notícias