ELEIÇÕES 2018 - Paraíba e mais 15 estados devem eleger governador já no 1º turno, diz Datafolha

07/10/2018

 Pesquisas Ibope e Datafolha de intenção de voto, divulgadas entre a última quinta-feira (4) e a noite deste sábado (6), mostram que a corrida eleitoral pode se encerrar já no primeiro turno em 16 estados brasileiros.

 

São eles: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Piauí, no Nordeste; Acre, Pará, Roraima e Tocantins, no Norte; Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste; Espírito Santo, no Sudeste; e Paraná, no Sul.

A se confirmar a projeção na eleição deste domingo (7), o número de governadores eleitos no primeiro turno vai superar o da eleição de 2014, quando a disputa se resolveu em primeira votação em 13 estados. Mas ficará atrás do pleito de 2010, quando 18 governadores se elegeram no primeiro certame.

O candidato com a maior intenção de votos, descontados os votos nulos e brancos, considerando apenas os votos válidos (em algum candidato), é o atual governador cearense, Camilo Santana (PT), com 86%, segundo o Ibope.

Na Paraíba, em Pernambuco, em Roraima e em Mato Grosso do Sul, os percentuais de intenção de votos dos favoritos figuram dentro da margem de erro de três pontos para mais ou para menos.

Nordeste

Em Alagoas, o favorito é Renan Filho (MDB), que deve ser reeleito com 83% dos votos válidos, segundo o Ibope. O segundo colocado é Pinto de Luna (PROS), com 8%. O resultado deve confirmar a hegemonia da família Calheiros no estado. Renan é filho do senador Renan Calheiros.

Na Bahia, Rui Costa (PT) também deverá ganhar um novo mandato como governador já neste domingo. De acordo com o Ibope, Costa soma 77% dos votos válidos, contra 17% de Zé Ronaldo (DEM). Costa deve confirmar mais quatro anos do PT à frente do Executivo estadual --o partido lidera o estado desde 2007, com a eleição de Jaques Wagner.

No Ceará, também um governador petista deverá ganhar mais quatro anos no comando do Executivo: Camilo, candidato à reeleição, chega a 86% dos votos válidos, contra 9% do General Theophilo (PSDB), segundo o Ibope.

No Maranhão, a reeleição de um governador também deve ocorrer: Flávio Dino (PCdoB) soma 59% das intenções de votos, contra 30% de Roseana Sarney (MDB).

Na Paraíba, João Azevêdo (PSB) tem 49% dos votos válidos e Zé Maranhão (MDB), 31%. Como a margem de erro da pesquisa do Ibope é de três pontos para mais ou menos, Azevêdo pode oscilar até 52%, o que lhe daria a vitória em primeiro turno.

Em Pernambuco, o governador Paulo Câmara (PSB) aparece, na pesquisa do Ibope, com 51% dos votos válidos, e Armando Monteiro (PTB), com 37%. No Datafolha, Câmara chegou a 52% e Monteiro, a 35%. A margem de erro da sondagem, tanto no Ibope quanto no Datafolha, é de 2 pontos percentuais para mais ou menos. Assim, é possível que Câmara tenha até 53%, confirmando vitória.

No Piauí, o governador Wellington Dias (PT) pode ser reeleito já neste domingo. Ele soma 53% dos votos válidos, segundo o Ibope. A segunda colocação é do Dr. Pessoa (Solidariedade), com 22%.

Norte

No Acre, Gladson Cameli (PP) chega a 54% dos votos válidos, segundo o Ibope. O segundo colocado é Marcus Alexandre (PT), com 35%. A vitória de Cameli, caso confirmada neste domingo, interromperá o comando do PT sobre o estado, que vem desde 1999.

No Pará, Helder Barbalho (MDB) tem 54% dos votos válidos e poderá se reeleger em primeiro turno, diz o Ibope. O segundo colocado é Márcio (DEM), que soma 25%. A provável eleição de Helder marca a volta da família Barbalho ao comando do Executivo local. Ele é filho de Jader Barbalho, duas vezes governador do estado nos anos de 1980 e 1990.

Em Roraima, o tucano Anchieta Júnior está com 47% dos votos válidos, mas, como a margem de erro é de três pontos para mais ou para menos, pode chegar a 50%, o que lhe daria vitória já neste domingo. O segundo colocado é Antônio Denarium (PSL), com 35%. Caso confirmada a vitória, será a volta de Anchieta ao governo. Ele foi eleito vice-governador em 2006 e assumiu o governo de Roraima com a morte do titular, sendo reeleito governador em 2010.

Em Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), que ocupa o cargo de governador ao ser eleito para um mandato-tampão em junho deste ano após a cassação do titular, alcança 57% dos votos válidos, seguido por Amastha (PSB), com 34%, segundo o Ibope.

Centro-Oeste

Em Goiás, o senador Ronaldo Caiado (DEM) pode ser eleito governador neste domingo com 56% dos votos válidos, diz o Ibope. Com 17%, o segundo colocado é Daniel Vilela (MDB).

O Mato Grosso também poderá conhecer seu novo governador neste domingo. Mauro Mendes (DEM) soma 53% dos votos válidos, segundo o Ibope. Wellington Fagundes (PR), o segundo, chega a 23%.

No Mato Grosso do Sul, o candidato à reeleição Reinaldo Azambuja (PSDB)soma 50% dos votos válidos, de acordo com o Ibope, seguido por Juiz Odilon (PDT), que tem 35%. A margem de erro é de três pontos para cima ou para baixo e, portanto, Azambuja pode alcançar 53%, o que lhe daria vitória já no primeiro turno.

Sudeste

Na região Sudeste, o único estado em que poderá haver um vencedor já neste domingo é o Espírito Santo. Renato Casagrande (PSB) soma 63% dos votos válidos, enquanto o segundo, Carlos Manato (PSL), tem 14%. Se confirmada a projeção, será o retorno de Casagrande ao governo capixaba. Ele foi governador entre 2011 e 2014.

Sul

Na região Sul, a disputa pelo governo estadual também só pode se resolver neste domingo no Paraná. Ratinho Júnior (PSD) tem 57% dos votos válidos, diz o Ibope. A segunda posição é de Cida  Borghetti (PP), com 18%.

 

Uol




Outras Notícias