Na Paraíba, Juliette Freire fala sobre rótulo de celebridade: "É muito limitante"

Por Redação Por Redação - 26/10/2021 15:16
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 A cantora paraibana Juliette Freire está de férias e visitando a Paraíba. Durante o fim de semana, a vencedora do Big Brother Brasil 21, da Rede Globo, revisitou pontos turísticos de João Pessoa e região metropolitana. Nesta segunda-feira (25), em entrevista a TV Cabo Branco, a influenciadora digital falou sobre a vinda ao estado, como tem lidado com as mudanças após o reality show, o rótulo de celebridade e a importância de usar a sua posição de destaque para defender bandeiras e causas sociais.

Segundo a campinense Juliette, a fama a afastou dos familiares e amigos, e o principal motivo da visita ao estado natal é a busca de se reenergizar com suas origens.

“Não poder ficar perto dos meus, não poder aprofundar uma conversa, não poder participar da vida das pessoas. Eu acho que a ausência desse convívio é o mais difícil. É uma nova vida que me tirou um pouco dos meus. (…) E eu estou sempre me doando, doando uma conversa, doando tudo, e eu não me reabastecia. E chegar aqui, reconhecer meu lugar, me trouxe um sentimento de pertencimento. (…) Foi um reencontro comigo mesma e com os meus, de verdade”, disse ao repórter Hidelbrando Neto.

 

 

(Foto: reprodução/Instagram/TV Cabo Branco)

 

 

Juliette, que também é advogada, falou sobre a importância de se posicionar sobre temas relevantes para a sociedade. Com mais de 33 milhões de seguidores no Instagram, ela falou sobre o rótulo de celebridade e disse que tem o dever de usar sua posição de destaque para defender causas sociais e bandeiras que sempre levantou.

“O rótulo de celebridade é muito limitante. Você é rotulado de celebridade e se torna nada mais além disso. Eu tenho história, eu sou cidadã antes de qualquer coisas, e agora que eu tô numa situação de destaque, eu acho que é obrigação é lutar pelos direitos das pessoas e pelo que eu acredito. Acho que eu tenho um papel social. Eu tenho várias causas, a maioria delas por vivências. A luta pela educação pública, o feminismo, são causas que fazem parte da minha história. Eu luto por elas porque é sobre nós, tudo é sobre nós”, declarou.

A paraibana ainda agradeceu pelo carinho e demonstrações de afeto que tem recebido por onde tem passado. “Eu agradeço por terem me acolhido como se fossem minha família. Vocês me defendem e o jeito que falam de mim, parecem até meus irmãos, como se me conhecessem. Eu estou em casa”, concluiu Juliette.

Assista alguns trechos da entrevista:

 

 

 

 

Pôr do sol no Jacaré

Neste domingo (24), Juliette visitou a ilha de Areia Vermelha e, no final da tarde, fez uma live no Instagram, em uma lancha, mostrando o pôr do sol da Praia do Jacaré, em Cabedelo. Como de costume, o instrumentista Jurandy do Sax estava tocando o Bolero de Ravel no ponto turístico. O barco que transportava o músico se aproximou da lancha onde Juliette estava e os dois se cumprimentaram, após o encontro, Jurandy do Sax tocou “Asa Branca” de Luiz Gonzaga.

 

 

 

As pessoas que estavam acompanhando o pôr do sol do Jacaré, ao perceberem a presença de Juliette no local, começaram a chamar por ela e aplaudi-la. A bordo da lancha, Juliette acenou para a multidão de fãs que se aproximou do cais e agradeceu o carinho de todos. “Obrigada! Eu amo vocês muito. Tenho muito orgulho”, declarou a cantora paraibana.

 

 

 

 

 

 

 


Compartilhe:


Outras Notícias


  • URBANISMO - Primeiro abrigo de ônibus climatizado de João Pessoa estará disponível à população a partir de hoje

  • AGLOMERAÇÃO - "Coração cachorro": em meio a nova variante e cancelamento de eventos de fim de ano, shows lotam praça pública de Sapé

  • CONFLITO - Cancelados: Cássio Cunha Lima e Eva Gouvêia deixam de se seguir nas redes sociais

avançar voltar