OPERAÇÃO CALVÁRIO - STF mantém uso da tornozeleira eletrônica para ex-secretária Cláudia Veras

Por Redação Por Redação - 26/10/2021 01:03
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve a decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) que determinou o uso da tornozeleira eletrônica para a ex-secretária de Saúde do Estado do governo Ricardo Coutinho (PT), Cláudia Veras.

A defesa de Veras pediu que o monitoramento eletrônico fosse derrubado. O magistrado, porém, disse não vislumbrar ilegalidade para autorizar o fim do uso da tornozeleira.

“Têm-se que a paciente teve decretada a medida cautelar a fim de evitar o risco de reiteração delitiva e resguardar a ordem pública, diante de particularidades concretas ligadas à pessoa da paciente, que supostamente “compunha o Núcleo Administrativo da ORCRIM e, na qualidade de gestora da pasta da saúde do Estado, desenvolvido, em tese, estratagemas que concederam aspecto de legalidade às organizações sociais na Paraíba”, disse o ministro na decisão.

Cláudia Veras teve a prisão preventiva decretada em dezembro de 2019 no âmbito da Operação Juízo Final, um desdobramento da Operação Calvário. Ela é acusada de integrar uma organização criminosa que seria lidera por Ricardo Coutinho com o intuito de desviar recursos da saúde e educação.

 

Lei mais  notícias no Portal 1001 Notícias

Acesse: www.1001noticias.com.br

http://www.radiozonasulfm.com/ 

http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/

Siga nossas páginas no YoutubeFacebookTwitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11.

Instagram -https://www.instagram.com/portal1001noticias/

Roberto Noticia - Jornalista - DRT 4511/88 

@1001noticias.com.br - @jornalismo - @noticia -@robertonoticia 

 



Compartilhe:


Outras Notícias


  • ELEIÇÕES 2022 - Após conseguir vaga no STF, evangélicos querem vaga de vice de Bolsonaro

  • ELEIÇÕES 2022 - Consultor do 6Sigma defende pesquisa que dá vantagem a Bolsonaro: "retrata a realidade"; VEJA VÍDEO

  • ELEIÇÕES 2022 - Veneziano rebate João Azevêdo e cobra posição de pré-candidato: "Não seria eu a bater a porta do governador"

avançar voltar