Após 5 anos, família de Luana Alverga segue pedindo justiça

Por Redação Por Redação - 24/03/2022 10:41
Foto Reprodução
Foto Reprodução

 Após quase cinco anos, a família de Luana Alverga segue pedindo justiça. Ela morreu em 2017 com um tiro efetuado por Yuri Ramos Coutinho Nóbrega, namorado dela na época. Ele se apresentou como autor do disparo, mas alegou ser acidental.

O processo segue em curso, mas os familiares de Luana pedem que ele avance. Luiz Antonio, pai de Luana, viu a evolução no julgamento do caso do taxista Paulo Damião e voltou questionar a lentidão no processo que julga o crime que vitimou a filha, aos 20 anos.

Houve a decisão judicial de que o acusado fosse à júri popular, mas os recursos pedidos pela defesa vão fazendo o processo se arrastar. "A gente é família, a gente sofre. A única coisa que eu peço é justiça, é a coisa mais simples que eu peço" suplicou Luiz Antonio.



Compartilhe:


Outras Notícias


  • Cássio Cunha Lima revela emoção em retornar ao Parque do Povo no Maior São João do Mundo

  • Bolsonaro soube da gravação telefônica de Milton Ribeiro na Vila Sítio São João e perdeu o apatite

  • Ao lado de Bruno, Bolsonaro chega ao Parque do Povo para prestigiar São João de Campina Grande

avançar voltar