COVID-19 - Secretário descarta fim do uso de máscaras na Paraíba: "Última medida"

Por Redação Por Redação - 06/10/2021 11:46
Foto: Divulgação/ Secom-PB
Foto: Divulgação/ Secom-PB

 O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, descartou adotar o fim do uso de máscaras de proteção contra Covid-19 na Paraíba. Algumas prefeituras em outros estados têm adotado a flexibilização do uso de equipamento, a exemplo de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Em Florianópolis, no estado de Santa Catarina, a prefeitura também anunciou o fim da exigência de máscaras. São Paulo e Rio de Janeiro também estudam decretar o fim da obrigatoriedade.

Até essa terça-feira (5) foi registrado no sistema de informação SI-PNI, a aplicação de 4.269.951 doses na Paraíba. Até o momento, 2.770.614 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 1.477.020 completaram os esquemas vacinais, onde 1.414.197 tomaram as duas doses e 62.823 utilizaram imunizante de dose única.

Sobre as doses adicionais, foram aplicadas 1.773 em pessoas com alto grau de imunossupressão e 20.544 doses de reforço na população com idade a partir de 70 anos. A Paraíba já distribuiu um total de 5.104.223 doses de vacina aos municípios.

 

Leia mais notícias no Portal 1001 Notícias.  Acesse: www.1001noticias.com.br

http://www.1001noticiasfm.com/ 

http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/

Siga nossas páginas no YoutubeFacebookTwitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11.

Instagram https://www.instagram.com/portal1001noticias/

Roberto Noticia - Jornalista - DRT 4511/88 e G1

@1001noticias.com.br - @jornalismo - @noticia - @robertonoticia

 

 

 



Compartilhe:


Outras Notícias


  • ELEIÇÕES 2022 - Após conseguir vaga no STF, evangélicos querem vaga de vice de Bolsonaro

  • ELEIÇÕES 2022 - Consultor do 6Sigma defende pesquisa que dá vantagem a Bolsonaro: "retrata a realidade"; VEJA VÍDEO

  • ELEIÇÕES 2022 - Veneziano rebate João Azevêdo e cobra posição de pré-candidato: "Não seria eu a bater a porta do governador"

avançar voltar