"Não respeito esse cafajeste transvestido de cidadão", diz secretário Fábio Rocha sobre homem infartado depois algemado suspeito de agredir médico em UPA de João Pessoa

Por Redação Por Redação - 08/10/2021 16:54
Foto: Divulgação/Internet - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação
Foto: Divulgação/Internet - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação

 O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, durante entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação nesta quinta-feira (7), saiu em defesa do médico, lotado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jardim Oceania que na manhã de ontem (6) prestou queixa na Central de Flagrantes e apontou uma suposta agressão sofrida por um paciente que estava sendo atendido no local.

Fábio Rocha apontou que é totalmente solidário ao profissional de saúde, Dr. Thiago, ao afirmar que a conduta do acusado não pode ser tolerada e tecer duros comentários contra ele.

“Recebi a informação a respeito da agressão que ocorreu ontem na UPA Oceania, estamos apurando, e somos totalmente solidários ao médico Dr. Thiago. Lamento profundamente o ocorrido e não respeito esse cafajeste transvestido de cidadão”, disse ele em entrevista ao programa 60 minutos, do Sistema Arapuan de Comunicação.

“Um elemento que faz isso de uma forma dessa, em uma UPA, no mínimo deve ser um bandido, talvez até um agressor de filho, quem sabe até de outras coisas, até da própria mulher. Nós vamos apurar e vamos até as últimas consequências, nada justificaria isso”, concluiu o secretário de Saúde.

ENTENDE O CASO

Um homem foi detido e algemado no final da manhã de ontem (6), suspeito de agredir um médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Jardim Oceania, em João Pessoa.

Beto Mário, que é músico, estava aguardando atendimento na UPA desde às 5h da manhã e, segundo familiares, o mesmo estava passando mal, com sintomas de infarto, quando uma enfermeira teria ido chamar o médico, que não lhe deu atenção.

Ainda de acordo com familiares do paciente, mesmo sentindo muita dor e com a medicação na veia, os dois acabaram discutindo. Na sequência, os seguranças da Upa foram acionados para retirá-lo do local.

O médico e o paciente foram levados para a Central de Polícia e prestaram depoimento. No local, o médico disse que sofreu dois socos e um chute no abdome. O suspeito negou as acusações.

Nesta quinta-feira Beto Mário foi submetido a exames e foi constato que ele havia infartado. O homem foi transferido em estado grave para o Hospital Metropolitano, em João Pessoa.

SECRETÁRIO PEDE DESCULPAS DEPOIS DE REPERCUSSÃO NEGATIVA

Depois da repercussão negativa da fala do secretário de saúde de João Pessoa, Fábio Rocha usou novamente o Programa 60 minutos para se desculpar com a framília do homem infartado e com a população de João Pessoa, afirmando que iria mandar apurar o caso que repercutiu na Paraíba.

Leia mais notícias no Portal 1001 Notícias. 

Acesse: www.1001noticias.com.br

http://www.radiozonasulfm.com

http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/ 

Veja nossos vídeos no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter .

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11

Instagram https://www.instagram.com/portal1001noticias/

Roberto Noticia  -  Jornalista -  DRT 4511/88  com Felipe NunesPortal Paraiba

@noticia @midia @robertonoticia @jornalismo @imprensa



Compartilhe:


Outras Notícias


  • ELEIÇÕES 2022 - Após conseguir vaga no STF, evangélicos querem vaga de vice de Bolsonaro

  • ELEIÇÕES 2022 - Consultor do 6Sigma defende pesquisa que dá vantagem a Bolsonaro: "retrata a realidade"; VEJA VÍDEO

  • ELEIÇÕES 2022 - Veneziano rebate João Azevêdo e cobra posição de pré-candidato: "Não seria eu a bater a porta do governador"

avançar voltar