Fiscalização constata infiltrações, rachaduras, mofo, e diz que problemas comprometem sede do Incra

10/03/2019
O procurador do trabalho Eduardo Varandas alertou que a situação da sede é preocupante devido a falta de infraestrutura.
O procurador do trabalho Eduardo Varandas alertou que a situação da sede é preocupante devido a falta de infraestrutura.

 A situação do prédio onde fica a sede do INCRA em João Pessoa foi avaliada como ‘preocupante‘ pelo procurador do Trabalhador, Eduardo Varandas.  No último dia 7 de fevereiro a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), foi inspecionada por autoridades ligadas à segurança do trabalho. Durante a auditoria, os fiscais detectaram falta de infraestrutura no local.

As fotos e registros feito durante a fiscalização foram enviadas para o Ministério Público do Trabalho e para Superintendência Regional do Trabalho e mostram os sérios problemas na manutenção do prédio.

Segundo as imagens, boa parte das salas e áreas estão com infiltrações, mofo e buracos no teto. Até a iluminação está prejudicada, pois faltam até lâmpadas. Além disso os móveis e ar condicionados estão danificados. No estacionamento também se encontram veículos com pneus secos e parados, que servem de abrigo para proliferação de mosquitos. 

De acordo com o procurador do trabalho Eduardo Varandas, todo o processo de acompanhamento da situação do local será feito para cobrar melhorias que solucione a falta de infraestrutura. "Estamos avaliando até que ponto essa má conservação representa um risco de vida aos funcionários. Mas destacamos que a situação é grave sim. Existe mofo, infiltração, rachaduras na edificação do prédio e o ministério público não pode permitir que funcionários trabalham em auditoria de risco, comprometendo até sua própria vida", alertou.

 

Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br 

http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11. 

Da Redação com Roberto Noticia e ClikPB 

 




Outras Notícias