Consumidor denuncia venda de presunto "estragado" no supermercado Bemais e caso vai parar na polícia

05/12/2019
Supermercado Bemais, no Bairro do Aeroclube, em João Pessoa
Supermercado Bemais, no Bairro do Aeroclube, em João Pessoa

 Acabou na Polícia, na manhã desta terça-feira, dia 3, a compra de um presunto supostamente estragado, adquirido pelo advogado Cícero de Lima e Souza, no Supermercado Bemais, no Bairro do Aeroclube, em João Pessoa. O caso foi parar na 12ª Delegacia Distrital, situada em Manaíra após o gerente do estabelecimento, durante a devolução do produto, se recusar a assinar o cupom fiscal da compra.

 

Segundo o Boletim de Ocorrência registrada na 12ª DD, o advogado foi até ao supermercado, onde fez a compra de vários produtos, entre eles o presunto de peru cozido da marca Sadia, que fez o pagamento e foi embora. Já em sua residência, a secretária do lar percebeu que o presunto estava esverdeado, estragado e impróprio para consumo, tendo, o advogado imediamente retornado ao supermercado para troca do produto, quando o gerente teria se negado a assinar o cupom da compra.

“A alternativa foi recorrer aos meus direitos. Se trata de uma infração ao Código do Consumidor. O Boletim de Ocorrência Policial servirá para eu dá entrada numa ação civil e criminal contra o supermercado”, disse o advogado.

A equipe do blogdomarcoslima procurou a gerência do Supermercado Bemais, no Bairro do Aeroclube, no entanto, ninguém quis falar sobre o ocorrido.

Por Marcos Lima



Compartilhe:


Outras Notícias