Argentina terá segundo turno das eleições presidenciais entre candidatos governista e de extrema-direita

Por Jacyara CristinaRedação Por Redação - 23/10/2023 10:42
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação

 Argentinos foram às urnas neste domingo (22) para votar em seu novo presidente. No entanto, após 80,32% das urnas apuradas, foi possível confirmar, pelo Diretório Nacional Eleitoral, que haverá segundo turno. Disputarão a presidência o candidato governista Sergio Massa contra o candidato de extrema-direita, Javier Milei.

Compareceram às urnas neste domingo 77,65% dos eleitores, segundo as autoridades eleitorais argentinas, para votar em cinco candidatos: Sergio Massa (Unión por la Patria), Javier Milei (La Libertad Avanza), a liberal Patricia Bullrich (Juntos por el Cambio), o centrista Juan Schiaretti (Hacemos por Nuestro País) e a oposicionista de esquerda Myriam Bregman (Frente de Izquierda).

 

Ao longo da corrida eleitoral, Massa, Milei e Bullrich lideravam as pesquisas eleitorais. O segundo turno está agendado para 19 de novembro, e o presidente eleito assumirá o comando do país em 10 de dezembro.

 



Compartilhe:


Outras Notícias


  • PREVISÃO DO TEMPO - João Pessoa registra chuva forte e trovões; meteorologia alerta para perigo

  • Federação rachada em João Pessoa: PSDB com Ruy Carneiro e Cidadania com Cícero Lucena

  • POSICIONAMENTO - Adriano Galdino diz respeitar opinião de João Azevêdo, mas não volta atrás em análise política sobre 2026: “Falo o que penso”

avançar voltar