Professores de Santa Rita entram em greve por tempo indeterminado por defasagem salarial

Por Jacyara CristinaRedação Por Redação - 05/03/2024 10:56
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação

 Hoje (5), os professores municipais de Santa Rita entram em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada durante a Assembleia Geral realizada na última quarta-feira (28), convocada pelo Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Santa Rita-PB (Sinfesa). A paralisação tem como principal objetivo pressionar por melhorias nas condições salariais e de trabalho para os educadores.

José Farias, presidente do Sinfesa, destacou que a greve é uma resposta às demandas não atendidas, incluindo o reajuste do piso salarial, a correção inflacionária para os profissionais de apoio e a reformulação do Plano de Carreira e Remuneração (PCR). Além disso, questões estruturais nas escolas e creches, assim como a falta de um ambiente de trabalho digno, também são motivos de preocupação.

O sindicato justifica o indicativo de greve para todas as categorias devido ao “não cumprimento do reajuste do salário mínimo de 2024 para todas as categorias, o não cumprimento do reajuste do piso do magistério de 2024 e a falta de resposta ao sindicato, que já solicitou reuniões com os secretários municipais e com o prefeito.”

Neste dia de início da greve do magistério, um ato público está agendado para acontecer na Praça Getúlio Vargas, em Santa Rita. O sindicato destaca que a manifestação visa evidenciar à população a inércia do poder público municipal em relação às reivindicações, especialmente sobre o reajuste salarial do Piso do Magistério e a reformulação do PCR da educação, estagnado há sete anos. A greve será realizada com a manutenção do efetivo mínimo, conforme determinação legal, para garantir a prestação de atendimento nas unidades escolares durante o período de paralisação.



Compartilhe:


Outras Notícias


  • PREVISÃO DO TEMPO - João Pessoa registra chuva forte e trovões; meteorologia alerta para perigo

  • Federação rachada em João Pessoa: PSDB com Ruy Carneiro e Cidadania com Cícero Lucena

  • POSICIONAMENTO - Adriano Galdino diz respeitar opinião de João Azevêdo, mas não volta atrás em análise política sobre 2026: “Falo o que penso”

avançar voltar