Justiça da Paraíba decide que mãe acusada de matar filha de um ano irá a júri popular

Por Jacyara CristinaRedação Por Redação - 11/04/2024 10:47
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação

 Em decisão proferida pela juíza Aylzia Fabiana Borges Carrilho, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Capital, Eliane Nunes da Silva, de 27 anos, enfrentará júri popular pela acusação de assassinar a própria filha de um ano com golpes de faca, em João Pessoa. O crime, ocorrido no dia 26 de outubro de 2023, no bairro Novo Geisel, foi qualificado como homicídio motivado por razões torpes e emprego de meio cruel, dificultando a defesa da vítima.

O Ministério Público da Paraíba sustentou a ação, baseando-se em provas concretas e indícios de autoria, enquanto a defesa, representada pelo advogado Jardiel Oliveira, contestou alegando insuficiência de evidências e pleiteou a liberdade provisória de Nunes. Entretanto, a juíza manteve a prisão preventiva, considerando a gravidade do ato.

Eliane se apresentou à polícia e relatou que o ato foi motivado por um surto durante um desentendimento sobre a guarda da filha, após anúncio de separação e disputa judicial com o pai da criança. A acusação é de infanticídio, crime categorizado como hediondo, podendo resultar em até 30 anos de reclusão.



Compartilhe:


Outras Notícias