Em Choque-Rei polêmico, São Paulo e Palmeiras empatam no Morumbis pelo Paulistão

Por Jacyara CristinaRedação Por Redação - 04/03/2024 00:12
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação

 Em uma noite polêmica no Morumbis, o Choque-Rei terminou empatado. Neste domingo (3), pelo Campeonato Paulista, São Paulo e Palmeiras ficaram no 1 a 1.

A partida contou com recorde de público no estadual. Foram 55.030 pessoas presentes no estádio. Este é ainda o terceiro jogo com mais espectadores no Brasil em 2024.

A arbitragem no primeiro tempo deixou o Tricolor na bronca por conta de uma entrada de Richard Ríos com a sola na perna de Pablo Maia que não foi revisada no VAR.

Ainda assim, aos 24, o próprio Rios errou na saída de bola e perdeu para Pablo Maia, que tocou para Ferreira. O atacante rolou para trás, e Alisson finalizou rasteiro para abrir o marcador.

De um modo geral, a partida seguiu muito disputada, com muitas faltas de ambos os lados. Na volta para o segundo tempo, o Alviverde teve mais iniciativa em busca do empate.

Aos 6 minutos, em escanteio cobrado na área, Endrick desviou de cabeça, e Zé Rafael completou para as redes. O volante, porém, estava em posição irregular, e o lance foi invalidado.

Pouco depois, após dividida do goleiro Rafael com o zagueiro Murilo, o VAR chamou o árbitro para checar o lance, e uma penalidade foi assinalada, com Raphael Veiga convertendo e empatando.

Aos 20 minutos, então, Luciano foi derrubado na área por Piquerez, o VAR voltou a chamar a arbitragem no campo para avaliar o lance, mas nada foi assinalado dessa vez, deixando mais uma vez o Tricolor na bronca.

Classificação do Campeonato Paulista

  • São Paulo: 1º lugar do grupo D, com 19 pontos

  • Palmeiras: 1º lugar, com 25 pontos

Próximos jogos do São Paulo

Próximos jogos do Palmeiras



Compartilhe:


Outras Notícias


  • PREVISÃO DO TEMPO - João Pessoa registra chuva forte e trovões; meteorologia alerta para perigo

  • Federação rachada em João Pessoa: PSDB com Ruy Carneiro e Cidadania com Cícero Lucena

  • POSICIONAMENTO - Adriano Galdino diz respeitar opinião de João Azevêdo, mas não volta atrás em análise política sobre 2026: “Falo o que penso”

avançar voltar