Ministro pede que advogado sem gravata se retire de sessão do STJ

Por Redação Por Redação - 25/11/2021 16:51
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) — O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Luis Felipe Salomão, pediu que um advogado sem gravata se retirasse de uma sessão, que ocorreu na terça-feira (23). O advogado usava uma camisa social branca e um paletó e, segundo o ministro, não estava vestido de "forma adequada".

O STJ exige o uso de terno e gravata para homens durante sessões. A obrigatoriedade foi mantida mesmo durante a pandemia, quando os julgamentos passaram a ser virtuais.

Na ocasião, antes que o recurso fosse julgado, o ministro Salomão interrompeu o relator, o ministro Raul Araújo, e se dirigiu ao advogado: "Vossa Excelência não pode participar da sessão dessa forma, não é possível".

O advogado pareceu confuso, mas questionou: "Como assim, excelência?". O ministro Salomão emendou: "Você tem que se trajar adequadamente". Do outro lado, não houve resposta e o advogado foi retirado da sessão virtual.

"Pode cancelar [a participação do advogado]", afirmou Salomão, que deu continuidade ao julgamento do recurso já sem a presença do advogado na sessão virtual.



Compartilhe:


Outras Notícias


  • Conheça um pouco mais do perfil da paraibana que está no BBB-22 da Globo

  • Bebê de 4 meses diagnosticada com covid-19 morre em hospital

  • CANÇÃO VAZOU - Ouça trecho da música de Marília Mendonça e Naiara Azevedo juntas

avançar voltar