Filho do cantor Zé Vaqueiro, Arthur, morre aos 11 meses: ‘Deus sabe de todas as coisas’

Por Jacyara CristinaRedação Por Redação - 09/07/2024 08:38
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de ComunicaçãoReceba notícias do Portal 1001 Notícias no seu WhatsApp e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://chat.whatsapp.com/Hemy9YcP49JEvzOrTfbDkY INSTAGRAM - https://www.instagram.com/portal1001no
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de ComunicaçãoReceba notícias do Portal 1001 Notícias no seu WhatsApp e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://chat.whatsapp.com/Hemy9YcP49JEvzOrTfbDkY INSTAGRAM - https://www.instagram.com/portal1001no

 O filho do cantor Zé Vaqueiro com Ingra Soares, Arthur de 11 meses, morreu na madrugada desta terça-feira (09). O bebê nasceu com a síndrome de Patau e desde que nasceu já foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Nas redes sociais, o músico lamentou a morte do filho: “Deus sabe de todas as coisas”.

Arthur, era o terceiro filho do casal. Nasceu no dia 23 de julho do ano passado e no último dia 16 de maio recebeu alta médica e foi para casa pela primeira vez. No dia 17 de maio, precisou retornar à UTI após sofrer uma parada cardíaca.

“Deus sabe de todas as coisas, e decidiu que era hora do nosso Arthur se juntar a Ele e descansar. Agradecemos do fundo de nossos corações o amor e as orações que nosso menino recebeu enquanto estava entre nós”, publicaram Zé Vaqueiro e Ingra nas redes sociais.

A síndrome de Patau, conhecida também como trissomia 13, é uma condição genética rara causada pela presença de uma cópia extra do cromossomo 13. Os afetados pela síndrome, apresentam uma variedade de anomalias físicas além do comprometimento dos órgãos internos.



Compartilhe:


Outras Notícias


  • Deputado Ruy Carneiro volta a atacar juiz responsável por sua condenação no Caso Desk

  • Curral de Cima promove a 15ª Cavalgada em Defesa do Meio Ambiente no dia 28 de julho

  • RECONHECIMENTO - “É muito bom fazer parte de um governo que vem trabalhado pela Paraíba”, diz Lucas Ribeiro

avançar voltar