CHOQUE DE AGENDA - João nega possibilidade de boicote à visita de Lula à Paraíba e revela ligação do presidente justificando ausência

Por Jacyara CristinaRedação Por Redação - 25/01/2024 18:57
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação
Foto Reprodução - Montagem: Sistema 1001 Notícias de Comunicação

 O governador João Azevêdo (PSB) afirmou, em entrevista nesta quinta-feira (25), que não acredita na possibilidade de boicote à visita do presidente Lula (PT) à Paraíba. O gestor estadual destacou que não considera plausível a ideia de que algum político do estado tenha atingido um nível tão baixo a ponto de promover tal ato.

João Azevêdo revelou ter recebido uma ligação de Lula justificando a impossibilidade de comparecer ao estado devido a conflitos em sua agenda. Segundo ele, no telefonema feito pessoalmente pelo presidente, o petista pediu compreensão à Paraíba, mencionando a complexidade de sua agenda presidencial.

O governador informou ainda que Lula solicitou que recebesse o ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho (MDB), em seu lugar e que uma nova agenda fosse marcada.

“O presidente ligou pra mim e disse que estava com problema de agenda, com choque de agenda e pediu a compreensão da Paraíba. O presidente da República tem uma agenda extremamente complicada. Ele pediu que recebêssemos o ministro Jader e ele marcaria outra agenda. Ele me ligou pessoalmente para dizer”, revelou.



Compartilhe:


Outras Notícias


  • PREVISÃO DO TEMPO - João Pessoa registra chuva forte e trovões; meteorologia alerta para perigo

  • Federação rachada em João Pessoa: PSDB com Ruy Carneiro e Cidadania com Cícero Lucena

  • POSICIONAMENTO - Adriano Galdino diz respeitar opinião de João Azevêdo, mas não volta atrás em análise política sobre 2026: “Falo o que penso”

avançar voltar