CAMPINA GRANDE - Polícia Federal está em diligências após apreensão de santinhos e lista de eleitores

05/10/2018

 A Polícia Federal realiza nesta sexta-feira (05) diligências após a apreensão de material de campanha e de uma lista de eleitores no bairro José Pinheiro, em Campina Grande nesta quinta-feira (04). Com os dois suspeitos identificados foram apreendidos santinhos dos candidatos Edna Henrique e João Henrique, além de duas folhas de papel ofício com 52 números de inscrição de títulos eleitorais com as respectivas zonas e seções eleitorais.

A Polícia Militar realizava rondas no bairro nesta quinta-feira (04) quando percebeu atitude suspeita de dois motoristas conversando em seus veículos parados um ao lado do outro. Quando a guarnição se aproximou, um dos motoristas saiu do local, sendo abordado mais a frente.

Dentro do veículo foram encontrados santinhos e adesivos dos candidatos. No bolso de Lourival Tavares estava a lista com os números dos títulos eleitorais. A Justiça Eleitoral foi acionada e seus representantes foram até o local indicado, constatando o indício de crime eleitoral.

Os dois suspeitos foram conduzidos até a sede da Justiça Eleitoral de Campina Grande e, posteriormente, levados para a sede da Polícia Federal para que os procedimentos necessários fossem tomados.

Os candidatos Edna Henrique e João Henrique emitiram uma nota afirmando que houve uma tentativa de criação de factoide para prejudicar suas campanhas eleitorais.

Confira a nota:

A assessoria dos candidatos Edna Henrique e João Henrique emitiu nota parabenizando a atuação das Polícias Federal e Militar, que agiram rápido e não permitiram a criação de um factoide às vésperas do dia da eleição.

Na tarde desta quinta-feira (4), em Campina Grande, um veículo particular foi abordado pela Polícia Militar, e nele foram encontrados volantes de propaganda eleitoral lícita de Edna e João Henrique.

O motorista foi levado à presença do delegado PF competente, que, ao constatar a ausência de qualquer ato ilícito, o liberou.

A assessoria dos candidatos tranquilizou o eleitorado no sentido de que eles não cometeram nenhuma ilicitude, e reafirmou o propósito de ambos de fazer um pleito propositivo, com discussão dos assuntos realmente relevantes para a população da Paraíba.




Outras Notícias